Noiva BH por Rose Quadros

Serviço à francesa

13/10/2011

 

Olá pessoal, como vão?


Hoje vamos aprender um pouco mais sobre serviços de mesa: a conversa é sobre o serviço francês!
Essas valiosas dicas são dadas por Rubem Queiroz Cobra. Confiram!

 

O atual serviço francês tem sua característica original de sucessão de pratos, porém o modo de servir os convivas é inteiramente outro: um único prato representa cada uma das mesas que eram postas sucessivamente. O garçom leva uma bandeja com a comida, equipada com os talheres de servir cujos cabos estarão voltados para o comensal, que serve a si próprio da quantidade que desejar. O garçom apresenta a bandeja a cada um pela esquerda, seguindo a ordem devida de precedência, e serve o vinho nos seus copos pela direita. A operação é repetida para cada prato da seqüência da refeição completa.

 

 

O atual serviço francês corresponde a uma refeição com pratos variados, que é consumida numa ordem segundo a natureza dos alimentos e combinada com a bebida apropriada, em consonância com os estágios fisiológicos sucessivos que se desenvolvem no organismo ao longo da refeição.

 

O antigo costume das ricas cortes francesas de uma sucessão de mesas de alimentos diferentes para serem consumidos na ordem de sabores, consistência e efeitos digestivos deu lugar ao serviço de pratos sucessivos, cada um representando uma das mesas de cada etapa do serviço antigo.

 

Distinguem-se o Antepasto, que é um Hors-d’oeuvre, fase de estimulação com saladas e frios – precedidos de aperitivos –, ou opcionalmente uma Sopa ou consomê; a Entrada, “Primeiro prato” ou Entrée, que consiste de alimento um pouco mais leve que o do prato principal, carnes brancas como a de peixes e aves, acompanhado de vinho mais leve (branco ou rosé);  o prato principal (le plat de résistance ou plat principal, para os franceses e “entrée” para os americanos), em geral à base de carne vermelha (carne de gado) ou carne de porco e de animais de caça, acompanhadas de legumes acompanhado de um vinho mais denso (encorpado), geralmente vinho tinto; o prato de queijos, a sobremesa, café e licores.

 

 

O garçom leva uma bandeja com a comida, equipada com os talheres de servir cujos cabos estarão voltados para o comensal, que serve a si próprio da quantidade que desejar. O garçom apresenta a bandeja a cada um pela esquerda, seguindo a ordem devida de precedência, e serve o vinho nos seus copos pela direita. A operação é repetida para cada prato da seqüência da refeição completa, indicados no Q-30.

 

A refeição completa tem no início e no seu fim uma etapa de descontração. Na fase inicial, em que os convivas se reúnem e se conhecem, são servidos os petiscos que chamamos “salgadinhos”, os amuse-gueule dos franceses, como os canapés, pequenos sanduíches, biscoitinhos salgados ou pão de queijo revestidos com algum patê, e que são acompanhados de whisky, champanhe, vinhos aperitivos, coquetéis como o Martini, suco de laranja, etc. Ao final, satisfeito o apetite, os convidados têm ainda momentos de convívio agradável quando são servidos o café e licores.

 

Anotaram no caderno de receitas?

 

Você pode até pensar que nunca vai precisar disso, mas… o melhor mesmo é saber um pouquinho de tudo!
Beijo grandão!

 

Fonte fotos: Agenda Casamento e Eventos, Meu mundo Virtual

 

Compartilhe:

Escrito por: Rose Quadros
Topo