Noiva BH por Rose Quadros

A Noiva › Saúde e Beleza

Noivas neuróticas (como não se tornar uma…)

15/09/2010

 

Meninas! Alguém já viu um programa que passa no Discovery Home & Health que se chama “Bridezzila” ou “Noivas Neuróticas” na versão brasileira?

Pois é… Nunca consegui assistir a um episódio inteiro porque fico nervosa só de ver o estresse das noivas que aparecem no programa! Começo a pensar se eu vou chegar nesse ponto quando chegar na época do casamento…

As mulheres ficam loucas, alucinadas e dão muito, muito medo! Elas fazem cena por qualquer motivo. É claro que quando pensamos no nosso casamento, queremos que tudo fique perfeito, maravilhoso e que todos os detalhes sejam cumpridos, mas daí a xingar tudo e todos tem uma distância beeeem grande.
Saiu nesse final de semana no iBest uma reportagem com dicas de três psicólogas (Cláudia Puntel, Karen Bomilcar e Renata Lang Stapani) para garantir que a gente não surte até o esperado dia.
Eu juro que estou me controlando pra caramba! Não quero rugas… Rs!

Seguem as dicas da reportagem:

 

1 – Delegue tarefas “Você não vai conseguir fazer tudo sozinha” esclarece Renata. Como fazer isso? Pedindo e aceitando ajuda, a começar pelo noivo e passando por familiares, madrinhas e amigos, formando assim uma rede de apoio.
Tá… Prometo que vou tentar mas essa aí é difícil pra caramba! 

 

2 – Entenda que você não vai conseguir agradar a todos, seja com a lista de convidados, o cardápio da festa ou a decoração, não importa o quanto se esforce. Tire esse peso das costas e faça suas escolhas pensando no gosto do casal.
Mesmo porque, se alguém não gostar, não vai falar comigo… Minha mãe que vai ter que pensar mais nessa dica aí…

 

3 – Converse com seu noivo sobre seus trajes e o que um não gostaria que o outro usasse, com cuidado para não magoar um ao outro.
Tá… Essa aí foi mais ou menos. Ele não faz nem idéia do meu vestido, mas o terno dele a gente negociou. Eu aceitei que ele não ia usar fraque e ele aceitou que não podia casar de bermuda e camisa do São Paulo…

 

4 – Escolha fornecedores de confiança baseada em indicações de outras pessoas e leia atentamente os contratos antes de assinar. “Isso a ajudará a separar as preocupações legítimas, como aquelas relacionadas à qualidade do serviço, de desconfianças neuróticas”, diz Cláudia.
Essa é uma boa dica! Fiz isso com tudo que já fechei! E vou fazer com o que falta! O que eu indicar no blog vocês podem fechar que eu chequei! Rs!

 

5 – Conversem com seus pais, se preciso com a ajuda de uma terceira pessoa, para reforçar o fato de que o casamento de vocês não é um campo de batalha entre parentes.As famílias, ávidas a participar, acabam sendo um grande foco de brigas.
Nem falo nada… Deleguei lista de convidados pra minha mãe e pra minha sogra… Ó! Não é que eu tô seguindo a primeira dica?

 

6 – Eleja uma boa conselheira, que possa te apoiar e te trazer à realidade em momentos de tensão.
Rá! Estou armada nesse quesito! Se minhas conselheiras não bastarem, vou pro Krav-Magá e descarrego a tensão batendo em uns marmanjos! Rs!

 

7 – Busque um equilíbrio saudável para suas expectativas e prioridades e não exija mais que o necessário de você mesma e das pessoas que te cercam.
Affff! Jura? Tá… Vou tentar… Difícil essa!

 

8 – Envolva seu noivo. Apesar de a maior parte da organização ficar por sua conta, ele pode ajudar muito em momentos de negociações e momentos de decisões, por exemplo. “Este é um ótimo momento para o casal treinar o trabalho em equipe, que será tão importante na vida de casados”, diz Cláudia.
Vale eu liberar pra ele olhar a música, a lua de mel e o apartamento? Isso já dá, né?

 

9 – Faça atividades físicas. Se você não gosta de academia, vale caminhar na hora do almoço ou andar de bicicleta no parque aos domingos. Renata explica: “exercícios ajudam a liberar a tensão e descansar a mente”. Eu faleeeeeiiii! Tá vendo gente? Vale aula de dança também! #ficaadica

 

10 – “Tire a mente do universo do casamento periodicamente”, ensina Karen. Vá ao cinema, jante com os amigos. Além de espairecer, isso ajuda a evitar que você se torne uma noiva chata, que só fala de si e do seu dia. Concordo em gênero, número e grau com essa! Temos que curtir uma baladinha de vez em quando!

 

11 – Namore!! Não deixe que o estresse e a correria que permeiam o período sufoque os sentimentos! Adooooorooo! Essa nem é difícil, hein? Ainda mais pra mim que tenho um noivo fofucho que amo demais! (declaração mode off)[:D]  

 

Ps: Um agradecimento especial à Soraya que me ajudou e ajuda muito! E foi ela quem me deu a dica dessa reportagem do iBest!

Ps2: Você bem que podia escrever um texto pra colocar aqui no blog, hein Soraya?  [:D]

Compartilhe:

Escrito por: Mariana Reis
Topo