Noiva BH por Rose Quadros

Gastronomia: Osteria Mattiazzi

14/03/2013

Olá, tudo bem?

Sentiram saudades da sessão gastronomia aqui no blog? Eu também! rs

Todos sabem que estou em processo de reeducação alimentar, né? Mas mesmo assim eu me permito uma escapulida de vez em quando. Aprendi que esse é um dos segredos para um controle alimentar duradouro: se você se priva radicalmente de tudo que gosta o mecanismo de recompensa cerebral, um dos responsáveis por gerar prazer, pode acontecer o efeito rebote e fazer com que você retome antigos hábitos de forma mais intensa.

Meu marido e eu escolhemos um restaurante que nos traz muitas lembranças boas, o Osteria Mattiazzi. Fomos lá algumas vezes durante o noivado, inclusive foi lá que presenteei meu maridinho com o livro “30 razões para eu me casar com você”, exatamente 30 dias antes do nosso casamento.

Quando conheci o Thiago eu não tinha o hábito de sair para jantar nem conhecimento sobre vinhos, foi ele que me apresentou as melhores casas de Belo Horizonte (incluindo a Osteria) e me ensinou a apreciar diferentes tipos de vinho. Fiz um e outro cursinho sobre o assunto, mas nada muito profundo. Como eu AMO comer, meu paladar foi apurando cada vez mais e hoje, na maioria das vezes, sou eu a responsável pela escolha do local e do vinho. rs

A Casa Mattiazzi é de propriedade de uma família italiana e sua decoração, aconchegante e intimista, foi inspirada nas tradicionais osterias de Veneza, cidade natal dos proprietários. A simplicidade pode enganar os desavisados, pois os pratos servidos são sofisticados, muito bem feitos e saborosíssimos. O restaurante possui uma ótima carta de vinhos, mas definitivamente a melhor escolha é o vinho da casa, imperdível!

 

Entrada

Os pratos da casa são enormes, então sempre optamos ou por entrada e prato principal, ou prato principal e sobremesa. Dessa vez optamos pela entrada e repetimos uma que adoramos, o crostino de shitake e brie. Sabor equilibrado e porção adequada para duas pessoas. Excelente pedida, recomendo muito.

 

Prato principal

Para o prato principal, como eu AMO risoto e camarão, escolhi o Gamberoni e Pancetta (camarão rosa grande envolvido com pancetta e alecrim grelhado, acompanhado de risoto de tomate italiano e basílico). É difícil descrever o quanto estava gostoso! Eu já conhecia a combinação de camarão com pancetta (lembram quando escrevi sobre o Vecchio Sogno aqui?), mas eles grelhados com um toque de alecrim e acompanhados pelo risoto ficou divino! O prato é grande, satisfaz super bem e esse foi sem dúvidas o melhor risoto que já comi. O arroz no ponto, o sabor do tomate não sobressaiu ao do basílico… perfeito!

Aproveitando, deixo aqui uma observação: Fomos recentemente ao Olegário para comer o risoto de camarão (eu era fã de lá) e fomos surpreendidos pela diminuição considerável no tamanho do prato (sem diminuição no preço) e também pela diminuição da qualidade do risoto. O arroz passou do ponto e isso interferiu no sabor. Acho difícil voltarmos lá tão cedo. Visitamos também a risoteria Sorrisoconhecida por oferecer o melhor risoto de BH. Nossos pratos estavam ótimos, a porção é bem servida, mas anda sim o risoto da Casa Mattiazzi superou em todos os quesitos!

Thiago pediu o Spaghetti Mare Monti (massa italiana ao creme de açafrão, camarão rosa e cogumelos). Sinceramente, eu sou contra pedir espaguete em qualquer restaurante, acho que há tantas opções de massa mais saborosas para escolher, principalmente quando se trata de um local que fabrica artesanalmente suas próprias masas como era o caso. E ele acabou se arrependendo. O prato é bem servido e atendeu ao que se propôs, a escolha é que foi errada mesmo. Ele tinha mais o aspecto de sopa e não era nada fora do comum. Nem eu nem o Thiago recomendamos, mas ressalto que esse foi o único prato que provamos lá que não recomendamos. Falando claramente: achamos que ele não vale o preço.

 

Vamos à avaliação?

Atendimento: 5 A estrela da casa é o maitre Elvio. Elegante e profundo conhecedor dos pratos, ele é a simpatia em pessoa. ADORO e sempre o elogio quando vou lá!
Carta de vinhos: 5 (é completa e ainda tem o vinho da casa!)
Apresentação: 4 (perdeu um pontinho pela apresentação do prato do Thiago, não gostamos)
Preparo: 5 (o ponto do risoto foi perfeito, bem como o do espaguete e dos camarões)
Sabor: 4 (o sabor da pancetta não sobrepôs ao do camarão, já o prato do Thiago faltou sabor)
Preço: Alto (pratos individuais entre 40 a 70,00, os valores subiram desde que começamos a frequentar o restaurante, hoje uma visita a ele se compara a uma ao Vecchio Sogno, por exemplo)
Voltaria lá? Claro! Já sou cliente cativa!

Osteria Mattiazzi
Rua Soledade, 26, Santa Efigênia, Belo Horizonte
Telefone: 3481-1658
Email: contato@casamattiazzi.com.br
Site: www.casamattiazzi.com.br

E você, já foi lá? Gosta? Conte o que achou!

Beijo Grande!
Rose Quadros Cerimonial Belo Horizonte

 

Compartilhe:

Escrito por: Rose Quadros
Topo