Noiva BH por Rose Quadros

Faça você mesma: Escrevendo os votos

03/07/2013

Infelizmente esse não é um costume muito comum aqui no Brasil, mas vamos pensar… Tem jeito mais lindo e sincero de se comprometer com uma pessoa do que falar com suas próprias palavras tudo que você espera e ama naquele relacionamento?

Tem gente que vai rir, mas achei propício colocar na sessão de “Faça você mesma” dicas para escrever seus votos. Você trabalha tanto pensando em todos os detalhes do casamento, porque não deixar esse momento especial super personalizado? Não é tão difícil assim…

 

O primeiro passo é decidir qual é o seu estilo. Você pode fazer os votos separadamente (você escreve os seus e ele escreve os dele) ou então vocês podem escrever algo juntos e falar juntos. Outra opção é escrever uma parte e voltar aos votos tradicionais.

Lembre-se que a essência dos votos é o “pacto” que vocês estão fazendo em frente a todos. É importante colocar três ítens independente da ordem: uma declaração de amor, promessas para o seu casamento e toques pessoais (como histórias ou sentimentos compartilhados). Antes de começar a escrever, combinem qual o tom que vocês querem dar aos votos. As palavras podem ser diferentes, mas o estilo tem que ser mais ou menos o mesmo. Outra dica é não fazer textos muito longos, mantendo o tempo entre um e três minutos.

O que você vai escrever depende do que você quer enfatizar. talvez seja a fidelidade (“Eu prometo ser fiel”), a idéia de que são duas pessoas se unindo, mas mantendo sua individualidade (“Eu prometo ter coragem para deixar que você seja você mesmo”) ou quem sabe, a importância da família (“Eu prometo criar uma família como você e tomar a sua família como minha”). Fale de quando vocês se conheceram, o primeiro beijo… Junte as peças e seja específica ou bem humorada. O importante é mostrar quais são seus planos para a sua vida nova.

Antes do grande dia, pratique um pouco. Não exagere para não ficar automático. O importante é ficar natural e deixar as emoções falarem por si! Chorar é totalmente permitido!

Compartilhe:

Escrito por: Mariana Reis
Topo