Noiva BH por Rose Quadros

Bodas de papel…

27/08/2011

Fotos: Jivago Sales

 

Hoje Thiago e eu completamos um ano de casados! Procurando no Google o significado de bodas de papel achei a seguinte frase: ”O primeiro ano significa, literalmente, “o começo”. Bodas de Papel representam a aceitação total do outro, “o papel aceita tudo”. O papel representa o contrato, os papéis assinados.”

 

Bom, como já disse em outros textos, o nosso primeiro ano definitivamente não foi “uma eterna lua de mel”.

 

Ao contrário, foi muito difícil. Cada dia trouxe um novo desafio: aprender a dormir na mesma cama, administrar a casa e o meu tempo, administrar as cobranças das duas famílias e de um para com o outro, dividir o espaço, tolerar as diferenças de comportamento… Esse foi um ano de adaptações e mudanças e mudar não é tarefa fácil.

 

Estou certa de que com o Thiago não foi diferente, entretanto ele é mais fechado e poucas vezes falou claramente sobre como se sentia. Acredito que todas as provas que passamos nesse ano nos desafiaram a continuarmos casados. Mas tudo isso em apenas um ano? Sim, lamento frustrar as expectativas de muitos, mas  nosso primeiro ano de casamento foi assim. Entretanto, em tudo na vida há o lado bom e o ruim.

 

Vamos então às coisas boas!
O amadurecimento é notório: em um ano de casamento amadureci mais que em 5 anos de vida. Sofri sim, chorei sim, mas aprendi como nunca, amei profundamente e fui (sou) correspondida. Cresci como ser humano e como mulher. Percebi que o tempo passa muito rápido, mas que ao contrário do que eu pensava, há sempre oportunidade para recomeçar, para consertar erros, para perdoar.

 

 

Aprendi que invariavelmente terei que assumir as consequências das minhas atitudes, todavia meus erros não determinam quem eu sou e meus acertos demonstram quem eu busco ser. Percebi que sou responsável pelos mais severos julgamentos sobre minha vida e escolhas e comecei a ser mais tolerante para comigo mesma.


Comecei a entender que casamento vai muito além dos olhares apaixonados trocados pelos noivos no grande dia, casamento “feliz para sempre” vai muito além de romantismo, carícias, sorrisos, beleza. Esses definitivamente não são pilares suficientemente fortes para sustentar uma união saudável e feliz.

 

É preciso parceria, companheirismo, compreensão, tolerância e amizade. É preciso fazer vista grossa diante de algumas situações, calar-se frente a outras, se fazer respeitar. O mesmo nível de exigência e tolerância que dedicamos ao nosso melhor amigo, devemos dedicar ao nosso cônjuge. E acima de tudo é imperativo que nunca, mas nunca mesmo, percamos nosso parceiro de vista. Pois a indiferença é a semente da separação.

 

 

Tenho total e plena convicção de que me casar com o Thiago foi a escolha perfeita. Ao lado dele me sinto realizada pessoal e profissionalmente, pois graças ao seu apoio incondicional eu pude investir e trabalhar com o que realmente gosto: organização de eventos e maquiagem. Nosso relacionamento me fez e me faz melhor a cada dia. Os desafios positivos e negativos que tivemos me transformaram em alguém mais forte, estimularam minha garra e vontade de vencer.

 

Com o Thiago conheci o relacionamento mais rico que vivi até agora: amor, paixão, amizade, desafio, lealdade, apoio, espiritualidade, carinho, doçura, liberdade. No meu estreito ponto de vista de uma mulher de 29 anos, acredito que a profundidade e a força desse relacionamento só serão superados com a maternidade. Isso só o tempo me dirá!

 

Para finalizar deixo como presente para meu marido uma música que eu adoro e que quando ouço consigo visualizar o sorriso e sentir o cheirinho do meu amor… Thiago, parabéns para nós! Obrigada pelo nosso primeiro ano de casamento! Amo você para sempre… e depois também! rs

Compartilhe:

Escrito por: Rose Quadros
Topo