Noiva BH por Rose Quadros

A saga do vestido de noiva

15/02/2011

Meninas, eu sei que geralmente eu não costumo falar de coisas do meu casamento, mas tenho que fazer mais uma sessão desabafo com vocês (vixe! agora toda terça tem isso?)…
Comecei a saga do vestido de noiva! Na verdade, desde o início de janeiro que estou peruando rodando por todas as lojas de Belo Horizonte e ainda não vesti aquele vestido que eu não quero mais tirar sabem?
Acho que estou muito chata exigente! Sempre tem um pontinho que me faz ficar meio assim com os vestidos. Não que eu esteja só vendo coisas feias. Pelo contrário! Vi os vestidos mais maravilhosos, lindos de viver! Mas ainda não estou satisfeita… Vou contando pra vocês onde fui e aproveitando pra falar um pouquinho de cada loja/estilista.


Comecei na Poizon (Onde mais, né? Já falei tanto deles! Principalmente depois do desfile que contei aqui e todos os detalhes dos vestidos aqui e experimentei praticamente toda a coleção 2011 da Cymbeline. Fui super mega ultra bem atendida e me apaixonei por três dos modelos. Aí saí de lá e fiquei pensando que apesar de lindos e maravilhosos eu gostaria de algo exclusivíssimo, que ninguém fosse vestir além de mim. Bom, se vestirem depois de mim não tem problema, mas queria ser a primeira a arrasar no modelito! Eu sei que sou uma chata…

 

Modelo Elalie: Coleção Femmes 2011 Cymbeline

 

O segundo lugar que visitei foi o atelier da Aparecida Blanc. Com um estilo mais romântico e uma super experiência com noivas, a Aparecida me atendeu super simpática e acabei experimentando dois dos vestidos que se pareciam mais comigo. Mas não eram meu estilo, sabe? Se você quiser, ela desenha um modelo pra você também, então ainda não descartei essa opção totalmente. Ainda mais que o preço é muito bom!

 

 

Foto retirada do site da Aparecida Blanc

 

Depois disso fui na Patrícia Nascimento. Os vestidos são bem mais estilo noiva sexy, sabem? Com decotes ousados e cortes que valorizam muito o corpo da mulher. Mas eu também nem sou assim. A Patrícia me atendeu e desenhou um vestido muito bonito e a minha cara, mas achei o preço salgado demais (para o que eu posso pagar, né gente?).

 

Vestido Patrícia Nascimento

 

Continuando a saga fui até a Tetê Rezende. Vesti a loja inteira! Rs! A moça que me atendeu já estava desistindo, quando a própria Tetê entrou na sala de prova. Conversou comigo, entendeu direitinho o que eu queria e começou a trazer vestidos deslumbrantes! Ela falou que faria as alterações que eu quisesse e seria um novo vestido. Mas a mala sem alça aqui, ficou com aquele sininho na cabeça falando que o vestido já tinha sido usado por alguém! Hauhaua! Eu sou impossível! Lá só temos a opção de alugar. A Patrícia Rezende (irmã da Tetê) me atendeu na semana seguinte e desenhou o meu vestido de sonhos! MA RA VI LHO SO! Fiquei pensando muito nele… Mas como não podia deixar de ser, fiquei com mais pulguinhas atrás da orelha. “E se eu mandar fazer e o vestido não ficar bom em mim?”. “Será que vale a pena pagar esse preço em primeiro aluguel?”. “Não seria melhor pagar um pouco mais caro e ter o vestido pra mim depois?”.

 

Vesti esse vestido na Tetê Rezende. A renda é maravilhosa!

 

Pois é gente… Avisei que sou chata! Ainda mais depois que vi outra noiva lá na Tetê Rezende experimentando vestidos e quando ela achou um não quis mais sair dele! Eu quero isso também!! Aaaaaaaaaaaaahh!

 

Ainda vou na Lu Noivas (que não tem site, mas vocês acham o endereço facinho no Google, fica no Santo Antônio) e na Idea Sposa. Depois disso chega, né gente? Tenho que tomar uma decisão! Rs! Aí eu conto pra vocês tudinho!

 

Modelo Pronovias: umas das marcas encontradas na Idea Sposa

 

Ah! Eu também vou na Ângela, que é tia da esposa do meu primo (ahn? deu pra entender?) e é especializada em vestidos de noiva e alta costura. Ela fez o vestido da esposa do meu primo (ficou mais facil agora) e da minha prima. Ficaram maravilhosos! Mas ela não desenha o modelo. Ela vai com você nas lojas de tecidos finos e ajuda o estilista do local a desenhar uma coisa pra você. Como ela ainda não é conhecida, os vestidos saem super em conta, são da noiva e exclusivos, pois é um modelo pra cada cliente. Ela não tem coleção. 

 

Ufa! Escrevi demais! Rs! Mas acho que no final acabei ajudando um pouco falando de lugares bacanas pra olhar vestido em BH, né?

 

Beijos! Boa terça!

Compartilhe:

Escrito por: Mariana Reis
Topo