Noiva BH por Rose Quadros

5 dicas para viajar para Punta Cana

22/05/2012

Ei gente, tudo bem?

Hoje vou deixar algumas dicas que me deram quando pesquisei minha viagem para Punta Cana e sobre o Hard Rock, entretanto algumas coisas você pode aproveitar independente do resort escolhido.

 

1) Escolha o resort com cuidado

Punta Cana é repleta de resorts, a cidade foi construída praticamente em função deles. Há desde opções super econômicas até as bem caras. Entretanto, a coisa funciona exatamente como o Ricardo Freire, do blog Viagem na viagem, diz: você recebe o que você paga. Parece óbvio, né? Mas geralmente as pessoas não se preocupam muito com isso quando vêem que o hotel é all inclusive. Por isso, se você decidiu ir para um resort com diárias bem econômicas, saiba que a qualidade e a variedade de alimentos será inferior aos com diárias mais altas.

Eu, particularmente, acho que o ideal é investir um pouco mais. Você vai passar o dia todo no hotel, só terá acesso à alimentação oferecida por eles, portanto se ela não for legal ou for inferior às suas expectativas, certamente você voltará frustrado. Eu escolhi um resort com valores medianos e fiquei bem satisfeita!

Leve em conta também o perfil do resort. Se você é mais agitado, certamente vai preferir um hotel animado, com a programação cheia de shows e atividades. Se é mais calmo isso poderá te incomodar um pouco. Eu escolhi, de novo, o meio termo: no Hard Rock você tem piscinas calmas e animadas, bem como atividades para os dois perfis.

 

2) Fique por, pelo menos, 6 noites

Essa dica foi unanime! Todas as pessoas com quem conversei disseram que o ideal é se hospedar por 6 noites. O dia que você chega e o que você vai embora não são tão proveitosos quanto os outros: você chega cansado (aproximadamente 6 horas daqui ao Panamá e mais 2 horas até Punta Cana) e no dia de partir tem toda aquela tensão de organizar malas, fazer check out, etc. Portanto, se hospedando por 6 noites você terá 4 noites livres de preocupação.

Ressalva: se você é muito agitado, mais que 6 noites pode não ser recomendado. Apesar de o Hard Rock ter muitas opcões de atividades, além dos passeios fora do hotel, você pode ficar entediado. Inclusive, se é esse o seu caso, o Hard Rock é o hotel mais indicado, pois é um dos mais animados de Punta Cana.

 

3) Leve dinheiro vivo

Com a facilidade dos cartões de crédito muita gente se esquece de levar dinheiro em espécie ou até mesmo prefere comprar no cartão para acumular milhas. Mesmo assim, é legal levar dinheiro vivo. A moeda da República Dominicana é o peso dominicano, entretanto o dólar é aceito em qualquer lugar (isso vale também para o Panamá, cuja moeda é a Balboa). Você precisará de 10 dólares por pessoa ao passar pela alfândega dominicana, portanto levar dinheiro trocado vai te ajudar bastante.

Fora que, assim como acontece por aqui, as máquinas de cartão de crédito podem não funcionar. Aconteceu conosco no aeroporto do Panamá enquanto esperávamos o vôo de volta. Se não tivéssemos dinheiro ficaríamos com fome! rs Dica: cuidado ao receber troco: eles podem te dar o troco tanto em moeda local quanto em dólar (no Panamá, por exemplo, a moeda é pareada 1 para 1 com o dólar). Gaste todo o dinheiro local antes de vir, pois como você pode imaginar, aqui ele não terá o mesmo valor que lá.

 

4) Desencane da dieta

Você optou por all inclusive, certo? Quase todos os resorts locais operam com esse sistema. Restaurantes temáticos, snacks, doces, bares, cafés disponíveis o tempo todo e recheados de delícias. Então… desista do regime durante esses dias! Se não relaxar você só vai ganhar uma coisa: culpa!

Gente, tirar férias em um lugar desses e sofrer a cada garfada calórica, sinceramente, é loucura! A disponibilidade de alimentos super calóricos é muito maior, além de estar incluído na diária, então não há a preocupação em segurar os gastos. Se você for apaixonada por exercício físico, leve roupa e tênis e se jogue na academia. Geralmente eles têm aulas programadas para o dia todo, sem contar as esteiras e os aparelhos de musculação. Aproveite sua estadia e não sobrecarregue a cabeça. Só não vale continuar com o pé atolado na jaca depois que voltar, hein?

Guloseimas da viagem!

 

5) Faça ao menos uma visita ao spa

Quase todos os resorts tem serviço de spa. Na lua de mel nós não fomos e nos arrependemos. Dessa vez viajamos decididos a visitar o spa. Como o hotel nos deu 1500 dólares em créditos e podíamos gastar 300 no spa, escolhemos uma massagem aromaterápica a dois. Eles recomendam que o casal chegue uma hora antes para fazer o circuito hidroterápico, que consiste em massagens feitas com água (duchas com água quente e fria alternadas, hidros especiais com jatos de massagens para pontos específicos do corpo, etc), banho de lama e saunas (uma comum e outra com aroma de canela, delícia!).

Foi muito gostoso, gente!!! Gostei tanto que voltei no dia seguinte para fazer uma massagem sozinha! (o marido não quis ir). Sei que os valores são salgadinhos (dependem da duração do serviço, uma massagem solo de 50 minutos sai a 125 dólares), mas vale muito a pena. (fotos são proibidas no spa e no cassino, por isto usei as do site)

Spa: delícia!

Bom pessoal, no mais é levar um pom protetor solar, pouca roupa (você vai passar o dia todo de biquini e saída de praia) e um casaquinho para a noite. Explico: lá é um forno, mas o ar condicionado de todos os restaurantes é gelado, especialmente à noite!

Beijo grande e boa viagem!

Fotos: acervo pessoal e Hard Rock Punta Cana

 

Compartilhe:

Escrito por: Rose Quadros
Topo